Combustíveis que menos destroem o meio ambiente

Você sabia que o maior causador do efeito estufa é a emissão de gás carbônico? De acordo com os dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), aproximadamente 20% desta emissão vem dos transportes. Carros, motos, ônibus, caminhões… E, infelizmente, se não tomarmos uma providência, o mundo como conhecemos pode jamais voltar a existir.

O nosso país já é conhecido globalmente pelo consumo de biocombustível, mas e você? Que tipo de cidadão é? O que utiliza o combustível de maneira consciente, pesquisando e descobrindo seus efeitos, ou o que ignora tudo isso que está acontecendo, como se não tivesse parcela de culpa na situação ambiental em que o mundo se encontra? Será que você está informado sobre os impactos para a saúde dos seres vivos e do planeta?

Descubra: 29 hábitos sustentáveis que podemos fazer em casa 

Obviamente, dada a situação econômica do país, um dos fatores que mais pesa no momento da escolha do combustível é o preço. A primeira vista, o menor custo pode parecer mais atrativo, mas com certeza não é o mais benéfico, já que pode agredir o planeta ainda mais. É de suma importância se conscientizar dos benefícios e malefícios da escolha do fluido para abastecer o seu veículo.

Confira abaixo os tipos de combustíveis que devem ser utilizado com mais frequência, quais devem ser evitados, seus componentes e outras curiosidades:

1.Etanol

O etanol é conhecido como o combustível menos poluente que existe atualmente. Feito de matérias primas de vegetais como a cana-de-açúcar, o etanol é uma alternativa renovável e limpa, que confere mais potência ao motor dos veículos, assim como a vida útil do lubrificante, se comparado com a gasolina.

Outra vantagem é que sua fabricação não é complicada, portanto vários países podem fazer a extração, desde que haja condições de clima favoráveis ao plantio, como terra, sol e chuva.

Em caso de acidentes, como vazamento de álcool, o problema pode ser revertido muito mais fácil do que um vazamento de petróleo, por exemplo. Em alguns dias, através de processos naturais, o álcool evapora e a atmosfera ou oceano podem ficar limpos novamente. Diferente do petróleo, que causa danos irreversíveis e tem um custo muito maior para ser controlado.

É importante ressaltar que a utilização desse fluido possui certas desvantagens, como resistência em dar partida com o motor frio, e desmatamento ambiental no plantio da cana e pelo uso de fertilizantes e pesticidas na lavoura. Além disso, o carro consome esse tipo de combustível bem mais rápido, causando a necessidade de abastecer mais vezes.

2.Diesel

Um dos preferidos por conta do baixo custo, se comparado a outros combustíveis, e o mais utilizado no Brasil, o diesel pode proporcionar maior vida útil ao motor.

Derivado do petróleo, em sua combustão ele pode emitir dióxido e monóxido de carbono, dióxido de nitrogênio, entre outros.

Algumas cidades, inclusive, estão avaliando a possibilidade de proibi-lo, entre elas Paris, Cidade do México e Madrid. O plano é que até 2025-2030 os veículos movido a esse combustível devem ser banidos das vias dessas e/ou mais cidades.

O diesel é um dos combustíveis que mais prejudicam o meio ambiente, portanto, tente evitá-lo ao máximo.

Veja também: 7 ideias incríveis de reciclagem com garrafa PET

3.Gasolina

Sendo o combustível mais usado em veículos, a gasolina vem de uma fonte não renovável (o petróleo), possui um preço variável já que o valor dos barris  oscilam, e também não é um fluido que produz o resultado esperado devido ao fato de que sua energia não pode ser totalmente transformada em força motriz de um veículo.

A principal vantagem é que esse combustível é muito fácil de ser encontrado, em qualquer posto ao redor do mundo inteiro.

Mas, infelizmente, assim como o etanol e o diesel, a gasolina também lança o dióxido de carbono (CO2) na atmosfera. A diferença é que esse combustível é mais agressivo.

Através de uma pesquisa realizada na USP, acabou descobrindo-se que sua queima proporciona maior quantidade de nanopartículas, essas apresentando mais chances de cruzar o nosso sistema respiratório.

Como economizar combustível?

Confira abaixo dicas simples e fáceis, que influenciarão diretamente no consumo de combustível do seu veículo:

  • Diminua o uso do ar condicionado;
  • Troque as marchas no momento correto;
  • Evite dirigir em alta velocidade;
  • Mantenha calibrados os pneus do veículo;
  • Realize manutenções regularmente para garantir o máximo rendimento.

Leia também: Plástico pode virar tijolo – e essa tecnologia já chegou ao Brasil

No final das contas, qual escolher?

Para proteger o nosso planeta, temos que estar dispostos a tentar fazer pequenos ajustes em nossas vidas, sendo por meio da reciclagem, diminuindo o uso da água, automóveis e energia, reavaliando o consumo desenfreado de carne, utilizando produtos que não agridam o meio ambiente, se conscientizando cada vez mais e informando amigos, familiares, e conhecidos também.

É claro que o preço do combustível tem impacto nas nossas vidas, mas às vezes precisamos pensar a longo prazo e fazer esforços para não contribuirmos ainda mais com a poluição.

Sendo assim, se você não tem condições financeiras para optar pelo combustível que menos impacta o efeito estufa, que tal pensar em outras possibilidades, como utilizar o transporte público algumas vezes por semana, ou até mesmo combinar de pegar carona com algum colega?

Inclusive, existe até mesmo uma data que se preocupa em incentivar as pessoas a utilizarem a bicicleta como meio de transporte, e ela é comemorada dia 22 de setembro no mundo inteiro!

Iniciativas como essas podem fazer a diferença para aquelas pessoas que jamais se imaginam sem carro: além de mudar completamente o ritmo da sua vida – bem-estar, produção de endorfina e melhor qualidade de vida, o uso da bicicleta também não contribui para a devastação do meio ambiente.

Tá esperando o que para aderir à ideia?

Associe-se