Exportação e Internacionalização abrem oportunidades de mercados para empresas de transformados plásticos

As vendas internacionais de produtos transformados plásticos brasileiros destinados às verticais Utilidades Domésticas, Embalagens, Agrobusiness e Construção Civil estão no foco de investimentos do Governo Federal para o próximo biênio. Um novo convênio para o período 2019 – 2021 foi assinado nesta sexta-feira (29/11/2019) pelo presidente da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), Contra-Almirante Sérgio Segóvia, ampliando em 43% os recursos disponibilizados para as ações de incentivo às exportações e internalização das indústrias do setor.

As ações deste convênio terão como foco os mercados da América do Norte (Canadá, Estados Unidos e México), América Central (Costa Rica e Cuba), América do Sul (Argentina, Chile, Colômbia e Peru), Europa (Espanha), África (África do Sul e Quênia) e Oriente Médio (Emirados Árabes Unidos).

A notícia amplia as oportunidades oferecidas pelo Think Plastic Brazil às empresas de transformados plásticos nacionais. Esses benefícios foram apresentados pelo especialista Richard Assis, em evento no SIMPERJ em 26 de novembro. Caso tenha perdido o encontro, veja no anexo o detalhamento do Think Plastic Brazil.

Sobre o Think Plastic Brazil

O Programa Think Plastic Brasil foi criado em dezembro de 2003, quando a cadeia brasileira de plásticos integrados foi selecionada como uma das 10 maiores do mundo e reconhecida por sua alta tecnologia, assim como a capacidade de seus recursos humanos. O projeto foi realizado em colaboração a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e sob a coordenação do Instituto Nacional do Plástico (INP), para promover a exportação de produtos plásticos transformados.

Representando 23,8% das exportações do setor de transformados plásticos o Programa Think Plastic Brazil apoia nacionalmente mais de 130 empresas beneficiárias das verticais: Utilidade Domésticas, Construção Civil, Agrobusiness e Embalagem, e conta com 43 potenciais parceiros ligados à cadeia do setor de transformados plásticos. Nos últimos 16 anos o Think Plastic Brazil atuou diretamente em 18 países, e focará as próximas atividades nos mercados da América do Norte (Canadá, Estados Unidos e México), América Central (Costa Rica e Cuba), América do Sul (Argentina, Chile, Colômbia e Peru), Europa (Espanha), África (África do Sul e Quênia) e Oriente Médio (Emirados Árabes Unidos).

www.thinkplasticbrazil.com

Associe-se